quarta-feira, julho 05, 2017

Depoimento de um veterinário

"Sou veterinário e fui chamado para examinar um cão de 13 anos de idade chamado Batuta.
A família esperava por um milagre.
Examinei o Batuta e descobri que ele estava a morrer de cancro, fase terminal mesmo, e que não havia nada que eu pudesse fazer...
A família teve que tomar a decisão mais difícil que podia ter que tomar...
O Batuta foi rodeado pela sua família.
O menino, Pedro, estava tão calmo a acariciar o cão pela última vez, que eu perguntava-me se ele entenderia o que estava a acontecer.
Em poucos minutos, o Batuta pacificamente adormeceu para não mais acordar...
O rapazinho parecia aceitar sem dificuldade.
Ouvi a mãe a perguntar-se: Por que é que a vida dos cães é mais curta do que a dos seres humanos?!!
E o Pedro disse: "Eu sei porquê Mãe"
E de uma certa maneira, a explicação do menino mudou minha forma de ver a vida.
Ele disse:
"Nós vimos ao mundo para aprender a viver bem, felizes, aprender a amar muito os outros, a sermos boas pessoas...e os cães já nascem a saber isso tudo, por isso não precisam de viver tanto tempo como nós! Percebes mãe?"
O moral desta história é que, se aprendesses com um cão como viver, saberias coisas como:
🐶 Quando os teus entes queridos chegarem a casa, corre sempre para cumprimentá-los.
🐶 Nunca deixes passar uma oportunidade de ir passear.
🐶 Permite que a simples experiência do ar fresco e do vento no teu rosto seja de puro êxtase!
🐶 Dorme sestas.
🐶 Espreguiça-te e alonga antes de te levantares.
🐶 Corre, salta e brinca diariamente.
🐶 Melhora a atenção que dás aos outros
🐶 Evita "morder" quando apenas um "rosnado" seria suficiente.
🐶 Quando estiver muito calor, bebe muita água e deita-te a repousar à sombra.
🐶 Quando estiveres feliz, dança e mexe todo o teu corpo.
🐶 Delicia-te com a simples alegria de uma longa caminhada.
🐶 Sê fiel.
🐶 Nunca queiras ser algo que não és.
🐶 Se o que queres, está "enterrado"... não pares de escavar até encontrares.
E NUNCA TE ESQUEÇAS:
Quando alguém próximo de ti estiver a ter um mau dia, fica em silêncio, senta-te próximo e suavemente faz com que saiba que estás ali."

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.