sexta-feira, maio 19, 2017

Palco e... não vás mais longe!

Voltei ao meu palco.
O meu palco tem uma frase escrita: "Até te apagas"... Vês-me? Espero bem que sim, é onde dou por mim a fazer coisas que não esperava : levantar rodas de tractor, mandar bolas de 10 kilos ao ar e outras proezas ... 
Daquelas proezas que te faço quando és tu que fixas sem fôlego e precisas de água e o o teu suor pinga em cima de mim. Esse palco...Que termina poucas horas antes de o outro começar, nesse quem te manda fazer proezas sou eu e não te admito que não me obedeças, lambe cada centímetro que eu mandar e não vás mais longe. Fica a vontade da próxima.


Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

11 comentários:

  1. Bolas de 10 Kg?!
    JAZUZ!
    Depois o teu companheiro que não se admire de ficares mal habituada :O)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. qualquer dia faço flexões com a PT em cima de mim :)

      Eliminar
    2. Bem... isso já eu faço... só não é com uma PT...

      Eliminar
    3. Bem, eu estou a falar dos meus treinos, tu já não sei :P

      Eliminar
    4. Vá pega numa pastilha de mexilhão e apanha um pouco de sol...

      Eliminar
    5. Passa para cá a maçã que toda a gente oferece aos professores

      Eliminar
    6. Isso, só se for no ensino básico. Quando dei aulas, uma aluna queria oferecer-me uma camisola para eu a passar a Matemática...

      Eliminar
    7. Ou o que estava debaixo da t-shirt?

      Eliminar
    8. Era inverno... na Covilhã... tinha mesmo muita roupa. E o que ela se disponibilizou foi para me "fazer uma camisola"...

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.