terça-feira, março 14, 2017

Desempenar uma Pink

Tenho umas costelas muito marotas e uma decidiu ir dar uma voltinha e sair do sítio sem pensar que a sua dona podia estar a ter dores e treinos adiados, depois o malandro do tendão, também havia saído do local.
Depois de uns:
"relaxe", Tire-daí a mão que eu não preciso de ajuda" e tensa como tudo, ia por gelo e o "atleta" tinha o gelo descongelado...
Ok, quinta recomeço em grande e espero não me empenar tão cedo...

Conselhos: respirem fundo e não contem até número nenhum, este homem, em Mafra tem um fama , que realmente faz jus ao seu trabalho.






Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

1 comentário:

  1. Daqui..deste lado do ecran..sim...ALOOO...
    Daqui mesmo te mando...umas melhoras...:))))
    Beijos..de melhoras

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.