domingo, fevereiro 05, 2017

Silêncio de Martin Scorsese

Vi.
Não gostei. Perdoa-me Martin Scorsese mas 10 anos a preparar um filme de quase 3 horas com tantos elementos onde nenhum é efectivamente explorado, além da fé e da desilusão? 
Traição, torturas, história, debates fracos sobre religião oriental e ocidental. Esperava mais, muito mais.

 
Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

5 comentários:

  1. Além da fé e da perda de fé e daquilo que faz em nome da fé? Ou não percebeu que o filme era sobre isso, não sobre debater religiões. Deve ter-lhe escapado também o motivo pelo qual as torturas acontecem.
    Aliás, o livro em que o filme se baseia também não queria debater a religião, queria pensar sobre a fé.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois sendo o cinema a sétima arte, cada um interpreta como cada qual. Compreendo de acordo com as minhas vivências e experiência de vida.
      Conceitos subjectivos, daí discordar em absoluto da atribuição de óscares.

      Eliminar
  2. uma seca...não gostei.

    não deixes de ver "Moonlight".
    imperdiível!

    Aposto nele (filme) para os óscares tb
    os dois secundários, ele e a mãe dele (no filme, claro)

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anjo, tendo em conta o actor principal, sugerias qualquer um dela :)))

      Eliminar
    2. Dele, perdão, a febre...

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.