terça-feira, janeiro 03, 2017

Palavras novas, fazem falta

Em especial adjectivos- Quando dizemos que as pessoas são, amigas do próximo. Vamos ter calma, para mim, isso é dizer muito pouco de alguns e uma ofensa dizer que outros são amigos de alguém ou já o foram ao longo da vida.
Ah e tal aquele ou aquela sabe é uma pessoa muito generosa, amiga dos animais e mimimi. Claro que a maioria de nós quando vê um animal a ser mal tratado não fica indiferente , outro há que, ao avistarem tal monstruosidade, se deixam ficar.
Somos seres (isso todos somos) mas humanos? A uns a palavra humanos não lhes cabe , fica apertada de tão bons que são, a outros, o conceito de ser , efetivamente, humano, é o sabor de um biscoito.
Vivemos numa sociedade em que os carimbos são muito pouco para os bons e demasiado para os maus.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.