sábado, dezembro 31, 2016

Passado

Como sou uma gaja que diz o que pensa, todos sabem como foi o meu ano.
Alguns sabem mais que outros, a verdade é que o que surgiu no Verão acabou.
Segunda começa um desfio que daqui a um ano , espero dar-vos o resultado. 2017 vai ser trabalhoso, duro emocionalmente mas nada a que não se sobreviva.
Aos meus, que os amo, vou amar como sempre, a vocês de quem sou amiga, contem sempre comigo, aos que não gosto, vou continuar a destilar veneno, e estou-me nas tintas se vos incomoda ou não, tirem-me do feedly.
Eu não vos tenho lá.
Agora vou receber o meu Pinko que foi fazer uma prova a Lisboa e diz que não gostou de subir a Avenida Liberdade, não quer ser atleta? Ora bem...


Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.