segunda-feira, dezembro 12, 2016

Hoje

Eu ia à varanda mandar o mundo à merda, tomava um xanax e acordava em 2017.
Caguei para os gatos comerem a árvore de Natal.
Putos que não trabalham e querem boas notas, eu? Eu? Tirar as livros da mochila de uma pita que , com 10 anos, não lancha sozinha, não se veste sozinha, não arruma a mala sozinha.. Foi de vela! Sorte a minha já está outro no lugar pois ser boa no que faço tem disto.
Eu, achar que , ao invès de luzes de Natal, umas passadeiras e melhorias na iluminação pública, sou crucificada no Facebook e mando foderem-se, pois ninguém precisa de luzinhas para ter um Natal bem quente, comida na mesa e a família por perto.

Hoje se alguém se encosta a mim e me toca num fio de cabelo, eu juro que grunho como urso.



Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

2 comentários:

  1. HUMMMMM..prometes...;))))
    Beijos...

    ResponderEliminar
  2. Just a feeling deep inside of me
    This is the midnight blue.
    https://www.youtube.com/watch?v=0Sl8JH2jq0g

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.