terça-feira, novembro 22, 2016

Demónio cala-te

Será que podemos ou conseguimos ter a lata de julgar quem luta por aquilo que é suposto?
Eu não sou pessoa de coisas coisas supostas mas não acho errado, as pessoas de quem gosto estarem a lutar por aquilo que são os planos das vidas delas.
Se outrora a vida foi negra e impossibilitou essa luta, os demónios que teimam em brincar com o facto de as pessoas fazerem exatamente o que lhes faz feliz, mantenham-se na penumbra... E caladinhos.

Sou uma força da natureza, não tentes destruir - me...

9 comentários:

  1. há demónios malandros que aparecem quando tudo o que precisavamos era tudo menos que eles aparecessem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebi a analogia. Força miúda 💗

      Eliminar
  2. O que há mais são demónios por aí? Livrem-se deles :)

    Bjocas

    ResponderEliminar
  3. Os demónios não atingem aleatoriamente os homens, se os homens não entenderem aleatoriamente os demónios. ;-)

    ResponderEliminar
  4. Demónios...ou será pessoas...INVEJOSAS....ou...então não têm...mais nada para FAZER...

    ResponderEliminar
  5. A vida pode ter sido dura e impossibilitado a luta, mas não devemos desistir de lutar

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.