terça-feira, outubro 04, 2016

Origem do sexo oral

Ai os Egípcios

"  Segundo a crença egípcia, o deus Osíris havia sido morto e esquartejado por seu irmão Seth. Os seus pedaços teriam sido então espalhados por todo o mundo, e sua irmã e esposa, a deusa Isis havia embarcado na missão de encontrar todos os pedaços de seu marido para poder por fim, traze-lo de volta a vida.Segundo o mito, ela conseguiu encontrar todos os seus pedaços, a exceção de um: o seu pênis. Como saída Isis teria esculpido um membro masculino de argila, e ao colocá-lo em sua boca e assoprado teria conseguido trazer Osíris de volta a vida. 
Por consequência deste mito divino, o sexo oral era visto como algo natural e não amoral para os Egípcios.Curiosamente, os Egípcios juntamente com os Fenícios foram os primeiros povos a utilizar o tingimento vermelhos nos lábios, como sinal de que aquele que a usava dominava as práticas orais.Esse fato é ainda mais curioso quando comparado com os hábitos Romanos, que consideravam o sexo oral muito mais sujo do que o sexo anal por exemplo. Para eles quem praticava sexo oral era amoral, e possuía também um forte mal cheiro em sua boca. Como o cumprimento tradicional romano nada mais era do que um selinho, as pessoas que praticavam sexo oral, muitas vezes nem se quer eram cumprimentadas ou convidadas para jantares."
 Página Factos desconhecidos/Facebook


Sou a Pink Poison e sou única, cópias, existem imensas...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.