domingo, julho 31, 2016

Pesam-me os olhos

pesam-me os olhos.
Mil e uma coisas para resolver e uma resolvida, aparecem cem. 
A vida é assim?
Há um Mês que assim ando uns sabem porquê, outros não, quem não quer saber, não faz mal. Estou cansada
, vou dormir. Um beijo

O que quero, quando eu quero, aceitas?

3 comentários:

  1. Vi há pouco uma publicação e achei que se podia enquadrar:
    "O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem." Guimarães Rosa

    ResponderEliminar
  2. É isso, a vida está em constante devir... mas esta complicado

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.