segunda-feira, julho 25, 2016

5 Grandes filmes sobre distúrbios psicológicos


1.     A cova da serpente (Anatole Litvak, 1948)

(Este filme é baseado em um best-seller autobiográfico escrito por Mary Jane Ward em 1946, onde relata as experiências que viveu quando foi internada num manicômio público.)

2.     O Pescador de Ilusões (Terry Gilliam, 1991)

Nesta comédia dramática Jack Lucas (Jeff Bridges) é um arrogante locutor de rádio que costuma insultar os ouvintes que ligam para o seu programa e acaba levando involuntariamente um ouvinte a cometer um massacre num bar, onde mata sete pessoas. A culpa, associada ao seu narcisismo.  a um stress: ele deixa seu trabalho no rádio e se torna um homem amargurado.

3.     Benny e Joon- Corações em conflito (Jeremiah S. Chechik, 1993)

O cinema nos presenteou com algumas comédias românticas onde existe muito amor entre pessoas com transtornos psicológicos. Benny e Joon são a prova disso: Benny (Aidam Quinn) cuida da irmã Joon (Mary Stuart Masterson), que sofre de esquizofrenia. Depois de perder uma aposta em uma mesa de pôquer, são obrigados a conviver com Sam (Johnny Depp), um rapaz mimado e extravagante. Mas Sam, com seu jeito especial, acaba transformando as suas vidas e Sam e Joon acabam se apaixonando um pelo outro.

4.     Donnie Darko (Richard Kelly, 2001)

 A ficção científica também tira proveito das possibilidades oferecidas pela falta de estabilidade mental na criação de mundos fantásticos nesta história de realidades paralelas e viagens no tempo. Protagonizado por Jake Gyllenhaal, Drew Barrymore e Patrick Swaze, conta as experiências incomuns de um adolescente esquizofrênico e sonâmbulo (interpretado por Gyllenhaal), que tem uma grande imaginação e inteligência.

5.     O abrigo (Jeff Nichols, 2011)

É um filme dramático e de suspense que conta a vida de Curtis LaForche, um pai de família que vive em uma pequena cidade de Ohio com sua esposa e filha.Curtis começa a ter sonhos estranhos e apocalípticos e, enquanto a sua vida desmorona, decide construir um abrigo contra tempestades no quintal da sua casa.As suas visões e seu comportamento cada vez mais estranho o fazem questionar se o verdadeiro motivo da construção do abrigo é proteger a sua família dos perigos que pressente ou de si mesmo.


O que quero, quando eu quero, aceitas?

6 comentários:

  1. Sou sincera, não sou muito de ver filmes. Destes :-)
    Desejo-lhe uma dia maravilhoso.

    Beijinhos
    Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes filmes ensinam-nos imenso acerca do que é a realidade. Esta realidade.

      Eliminar
  2. Nunca vi nenhum dos que referiste...
    Como estas?

    ResponderEliminar
  3. Em matéria de distúrbios psicológicos, eu faço os meus próprios filmes. eheheh

    ResponderEliminar
  4. Falta aí a história de um Estúpido.

    ResponderEliminar
  5. Nosssaaaaaaaa amiga...
    Não conheço nenhum!!!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.