quinta-feira, junho 30, 2016

Saudades

De comida a sério, daquela feita com carinho, em fogão de lenha. Enquanto se conversava sobre o tempo, sobre tempos antigos.
Hoje atira-se tudo para dentro de uma máquina e está feito. Tristeza.


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

13 comentários:

  1. A máquina do tempo não perdoa. Tudo muda, tudo se modifica. Mas que certas coisas não fazem saudade é um facto verdadeiro.

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que piada tem cozinhar com uma bimby? bem sei que nos tempos que correm, ajuda a poupar tempo. Mas e a qualidade do tempo?

      Eliminar
  2. Felizmente, eu ainda posso, vez ou outra, desfrutar dessas delícias! Uma tia ainda tem fogâo à lenha!
    BJOS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então por que você não me convida para almoçar... a distância é pequena... 3 dias de ônibus!!!

      Eliminar
  3. Cá em casa já não cozinhamos a lenha, mas ainda não aderimos à "Bimba". eheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não pretendo aderir, mesmo que a minha sogra, uma ou duas vezes não mandasse comida, é bom, fazer churrascos , é bom cozinhar para relaxar. ..

      Eliminar
  4. Tenho o privilégio de ter uma cozinha com lareira e se quiser fazer cozinhados ao lume, e um forno de lenha. Tenho outra, com salamandra, que no Inverno faço muitos cozinhados em cima, quando aquece a casa... Não tenho a Bimby nem quero, mas se ma oferecerem aceito, kkkk


    Beijoos
    Anjinha Sexy

    Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar
  5. A "bimby" ca de casa sou eu ou o Miúdo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que delícia... rola algo na hora de cozinhar?????

      Eliminar
  6. Exorto-te a formar uma milícia de combate aos robôs de cozinha, micro-ondas e afins. Armas: tesouras, muitas tesouras. Não é preciso mais para cortar os fios desses bichos do demo! :P

    ResponderEliminar
  7. É verdade! Que saudades! E em que o tempo não tinha tempo e apenas de estava no momento...

    ResponderEliminar
  8. Eu tenho uns amigos que moram aqui perto... sítio perto do rio e da lagoa, com fogão de lenha e com farto suprimento de peixes... vou para lá hoje!!!!

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.