segunda-feira, junho 06, 2016

Oh mãe

Há malta que só com a mãe...




Sou o que quiseres... quando eu quiser.

8 comentários:

  1. Não me digas que tu e o teu irmão eram assim?!

    ResponderEliminar
  2. Ohhh, quantas vezes acontece! heheh

    Beijinho. Semana feliz.
    Obrigada pela visita ao nosso cantinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah ah ah ah, pois é mas eles safam-se 😊

      Eliminar
  3. Será que a nossa mãe - quando é uma mãe presente e verdadeira - alguma vez sai do nosso sentido, dentro da vertente ... SOS?

    Bjuuuuuuuuuuu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na vertente "birra"? Espero que não, senão a geração futura é só betinhos 💋

      Eliminar
  4. Parecem os meus filhos em pequenos. kkkkkk

    ResponderEliminar
  5. E por por vezes nem com a mãe! :) É típico, lol

    Bjocas :)

    Prazeres e Carinhos Sexuais

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.