quinta-feira, junho 30, 2016

Bom dia de embalar

Sou o que quiseres... quando eu quiser.

2 comentários:

  1. Batida deliciosa... belo violão!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. Agora dava-te uma grande beijoca, adoro esta música e se a quisesse procurar para a ouvir não sabia quem cantava... Agora está mesmo aqui :D

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.