terça-feira, abril 12, 2016

O Pouco e o demasiado

Malta que sabe quem é Descartes e depois escreve " a gente " ao invés de nós.

Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

6 comentários:

  1. Nós semos agente da autoridade.

    ResponderEliminar
  2. A gente gosta de filosofia veemente mas detesta vegetais incompetentes... A tal elite que só nós percebemos... Love you alma gémea.

    ResponderEliminar
  3. Dizer "a gente" não está errado e há regiões onde se usa mais do que o "nós". Pior é quando as pessoas do Norte dizem: ele falou com nós, ou aqueles/as doutorados/as que escrevem "noz fomos passear". eheheheh

    ResponderEliminar
  4. Mas "a gente" não está errado. Convém é dizer "a gente vai" e não "a gente vamos".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E que tal "nós vamos"?
      Agora: " a gente daquela terra é boa" talvez soe bem.

      Eliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.