sábado, abril 30, 2016

Mudança de casa

Decidimos mudar de casa.
O centro de Lisboa é caro mas encontra-se, depois de muita procura, algo muito bom numa zona que sempre gostei. Nem parece que estamos no coração da capital. Estou entusiasmada. Sexta, já lá ficamos.


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Super Poema



Sou o que quiseres... quando eu quiser.

sexta-feira, abril 29, 2016

Na verdade há de tudo




Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Madrasta

Não fazem ideia  como é complicado encontrar algo para o dia da mãe alusivo a uma boa madrasta.
Se uma madrinha recebe flores no dia da mãe, só acho justo que a minha , tão fixe, madrasta, receba um mimo.
Que encontrei on line e chegou ontem.


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

quinta-feira, abril 28, 2016

Calor



Sou o que quiseres... quando eu quiser.

....Fuck


anda até mim
possui-me como se o amanhã fosse um capítulo encerrado
uma folha queimada do livro que é a vida!

 

Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Muito bem, a ela o cérebro não é lavado!



A perfeição dos tempos modernos

É aquela que toda a gente partilha, diariamente, nas redes sociais. É aquela que apresentamos aos outros em forma de publicação. Parece que actualmente todos somos felizes, todos comemos coisas maravilhosas, todos vamos a locais espectaculares, todos temos a família perfeita, os amigos ideias, parece até que hoje em dia somos todos atletas de alta competição ou especialistas em tudo e mais alguma coisa, parece que hoje em dia todos temos uma vida perfeita, a perfeição dos tempos modernos.
E é aquela que nos exigem todos os dias, porque uma fotografia mal tirada, um erro ortográfico, umas gorduras a mais, uma atitude que fuja daquilo que está previsto, uma afirmação com a qual os outros não concordem, um erro, uma forma de vida diferente, uma fuga às supostas regras, um simples assunto banal ou uma história que deveria ser privada se pode tornar viral, se pode parecer com uma notícia capaz de fazer mudar o mundo, parece que hoje em dia todos nos exigem que tenhamos uma vida perfeita, todos nos apontam os erros, o dedo, todos nos criticam, todos nos dizem o que está bem e o que está mal em nós, todos esgotam os assuntos de forma irremediável, é a perfeição dos tempos modernos.
Parece que hoje em dia toda a gente a pode exigir, a tal da perfeição, porque já ninguém comete erros, já ninguém tem dúvidas sobre nada, toda a gente está em posse dela, da tal perfeição.

Talvez por isto eu goste cada vez mais de pessoas imperfeitas, por me identificar com elas, talvez porque a perfeição dos tempos modernos me assuste e eu não queira fazer parte disto.

Escrito por A Loira (do blog tambemqueroumblog)
 


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Affffff


Era isso tudo


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Todos a pensar positivo em 2 mamãs

A minha vespinha  no seu estado de graça que partilha a emoção de nos estar quase a brindar com duas almas tão lindas como ela e a Miss Moi que referi aqui há pouco tempo, também praticou o desporto de engolir caroço de melancia ...
Tudo a  pensar positivo para que estas duas senhoras de quem eu gosto tanto não tenham percalços.

Afinal, são 3 raparigas que elas vão por no mundo!!!

Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Olá corações :)))

Estou de volta! Obrigada meus amores pelos comentários deixados! Um beijo



Sou o que quiseres... quando eu quiser.

terça-feira, abril 26, 2016

Uns dias afastada

Meus amores, por motivos de saúde, vou estar uns dias ausente não só do blog como da net. Respondo a tudo e aprovo comentários mal a situação, um pouco grave confesso estabilize. Beijinhos aos bons.

Sou o que quiseres... quando eu quiser.

segunda-feira, abril 25, 2016

Nem falo do 25 de Abril

Está  aqui um belo post de um amigo que me entende.



Sou o que quiseres... quando eu quiser.

Fui só ali

Mas voltei e desta vez antes das filas todas. Como sempre soube a pouco.

Sou o que quiseres... quando eu quiser.
Não era bom que fosse só atravessar uma ponte? 

domingo, abril 24, 2016

Ela, é do best (blogo sugestão)

Quando vejo que o blog dela foi actualizado , começo logo a rir, temos em comum a paixão pelo Krav Magá, ela escreve de uma forma hilariante e antes de conseguir comentar os seus posts, rio-me um bom bocado, o relato da sua gravidez já me fez soltar umas gargalhadas de lágrimas nos olhos.
Apresento-vos a Miss Moi, a mulher com noivado mais curto da história. 

 


Sou o que quiseres... quando eu quiser.

sábado, abril 23, 2016

Disto dos fracos

Nada é mais estranho no ser humano do que o senso comum entranhado no seu discurso quotidiano.
Nada é mais fácil e deprimente do que debitar palavras influenciadas por contos populares, lendas e pré - conceitos. Temos que errar, tentar, construir, afirmar com argumentos e filtrar. Há quem queira comandar a nossa mente, só os fracos deixam . Beijos do Algarve

Sou o que quiseres... quando eu quiser.

sexta-feira, abril 22, 2016

Então...

Meus amores bom fim de semana e lembrem-se sempre de brilhar.
Afinal, quem tem luz própria, jamais precisa de holofotes. Brilhem com a mente como poucos conseguem.
Fui (para a cama ou para o Hawai, depende da febre...)

 

Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Contrastes

Através do Facebok, tenho acompanhado, e este caso é apenas um exemplo, uma angariação de fundos para a construção de um abrigo para animais abandonados, em poucas semanas conseguiram terrenos, dinheiro, estando, a esta hora a faltar apenas 48€ quando há uns dias faltavam mais de 1000. Acho isto fantástico e como as pessoas se unem em prol dos animais cada vez mais e estes estão mais protegidos pela lei.
Em contrapartida, um senhor foi atacado por um cão, por sinal de um ex vizinho meu cheio de regras de etiquetas, na rua enquanto a dona o passeava sem trela. Quando mostrou os ferimentos e disse o local, foram 5 as pessoas que disseram já ser sido atacadas pelo mesmo cão e mais umas que reconhecem a pessoa e o cão.

Portanto temos a lei e as associações a salvarem animais a precisar de donos e donos que nunca o deveriam ser.

Outro caso, outro contexto, uma pessoa, dependente de heroína, vem a um grupo pedir ajuda pois não sabe onde e a quem recorrer e diz ter vergonha de aparecer ... Depressa lhe dão os parabéns por se assumir e chovem as dicas que vão desde comunidades de desintoxicação, a bombeiros, 112, gnr, psp...
E eu pergunto-me, uma pessoa que tem acesso ao facebook, não sabe procurar, on line as linhas de apoio e os canais directos de ajuda que , por acaso, garantem o anonimato?

Mas afinal, andamos a dar 3 passos para a frente com ferramentas de ajuda e depois ninguém as utiliza? Então que credibilidade terá uma força da autoridade perante uma comunidade mal informada ao dizer que um cão não pode andar solto?
As pessoas dirão: " ó senhor guarda , isso é na cidade"???

Não percebo, não acho justo que se invista dinheiro em apoio à criança, ao jovem e a sua sexualidade, à mãe solteira, ao suicídio, violência doméstica, violência on line, sites das forças policiais e instituições cada vez mais completos e ainda existam pessoas desinformadas, que saibam encontrar droga na rua e um grupo no facebook mas não um número de ajuda para a sua dependência.
Mas isto sou eu que acredito que as ferramentas, efectivamente, funcionam e a lei , quando aplicada, funciona e faz-se justiça.


Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

quinta-feira, abril 21, 2016

quarta-feira, abril 20, 2016

Arte







Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Dos saberes

Em época de estudar o sistema reprodutor, ouvem-se sempre dúvidas e certezas de quem nunca viu ninguém do sexo oposto nu à frente. Pois bem, aqui estou eu para as tirar:

aluno: então mas o xixi não sai pelo rabo nas mulheres?
pinK: ouve, as mulheres têm estes orifícios... e expliquei cada um e para que servia

aluno: Credo! Vocês estão todas esburacadas!!! 


Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Desamores III




Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Adoro ombros







Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Vou ali acabar a mini cirurgia (post programado)

que comecei há uns dias... (medo)



Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

terça-feira, abril 19, 2016

Resta-nos sempre um belo homem e sorrir



Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Cen errus

Textu dedicado a ti Filipa k jamais dax errus max batex km ox cornus nus meus. K mulher, k beleza, ela xim vale cada fardo D palha k kom. i kom o k sobra drome lá. PAI DA CRIASSAO, CRIASTESZES O HOME, A FÊMEA E, DO OSSU DO CU, TIRASTEZE UM BECADO E ACIM CRIASTESZES A FILIPA AKA FIPIÇA
Então explico-lhe que todos damos erros e que o meu blog não permite print screens noutros blogs.
Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Sto&Pecador



Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Amizades "desde que nasceram"

Há cerca de 4 meses, uma pessoa da minha idade com quem mantenho uma relação meramente profissional, teve um grande susto na sua vida pessoal.  Eu soube, disse-lhe que lamentava e que se precisasse , era só ligar. Na verdade essa pessoa tinha amigas por perto, que iam jantar a sua casa todos os fins de semana e eu liguei uma ou duas vezes para saber como estava a pessoa. Estava sempre sozinha e em casa.
Com o passar do tempo foi começando ela a ligar para mim, o tempo das chamadas foi aumentando e chorava imenso, sendo que "não ligava às amigas porque não queria incomodar" e que elas lhe haviam dito para desistir, sendo eu a única a dizer que não devia desistir e tinha o meu apoio. Foram 3 meses de muitas horas ao telefone, em que ela dizia estar no limite.

O problema resolveu-se: "Pink sem si , eu tinha deitado tudo a perder". Tratamo-nos por você, a nossa relação é profissional mas eu chorei quando ela me ligou a dizer que tudo estava bem. Diz que nunca vai esquecer as horas que eu passei a ouvir o seu choro.

Em suma:
  • não perdi tempo, dinheiro ou um braço a ouvir alguém desabafar
  • fiz questão de dizer que nunca me atrapalhava
  • Dei-lhe forças para não desistir
PERGUNTA: onde estavam as amigas de sempre? Dos jantares? das festas? 

Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Ele está sempre no meio...






Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Gosto



Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

segunda-feira, abril 18, 2016

PDR e restantes brasileiros que aqui passam





Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Limites...



Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Começo e fim




Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Teimosia

Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.

Moldar, apaziguar e viver ( de 2011 mas actual)

Escrevi este texto em 2011 no entanto acho que é válido de um bom debate.


Há quem diga que teve uma infância feliz, sem doenças, pais felizes, que nunca passou necessidades...
Que bom, pois ainda bem que certas vida correm bem.
Agora, vejamos os outros casos: "Ah aquela/aquele anda num psicólogo, deve estar doida!", oh meus amigos, não importa o quão estamos fracos em determinada altura, importa sim que estamos preparados para todas as eventualidades.
Quem vai ao psicólogo, vai porque não consegue resolver um problema sozinho/a, teve a coragem e a humildade de pedir ajuda. Resultado: fica mais forte.
"Nunca tive um acidente de carro", pois espero que essa pessoa goze bastante comigo quando me vir a passar a 40km/h na curva contra curva onde, a 120km/h embati numa árvore.
Não estou a dizer que é bom sofrer, estou a dizer que quem sofre, quem passa por situações FODIDAS, bem fodidas, bem tramadas e traumáticas e as ultrapassa, é, quanto a mim, um vencedor, um resistente. Quando a vida nos molda a uma redoma de defesas, não saímos da redoma e ao mínimo empurrão, é o fim do mundo.
Vou dar-vos um exemplo: Um médico que conheço um dia disse-me" Pink, se eu num mês não ganhar mais €5000, não sei viver"...
Pois muita gente sabe viver com €50 e fica contente por isso. Que iria ser do médico se ganhasse €500?
Eu tenho tido uma vida lixada, fui-me abaixo várias vezes e estou aqui, considero-me vitoriosa, lutei e aqui estou eu pronta para a próxima queda.


Sou o que quiseres... Mas quando eu quiser.