quarta-feira, maio 27, 2015

Questionário da Vespa

Do Blog Uma Vespa a Abrandar veio o seguinte questionário, ao qual vou responder com todo o gosto e deixo à escolha , quem quiser leva e responde:

 1. Há quanto tempo tens o blogue?
Tenho o blog há 7 anos.

2. Em que dia é o teu blogue foi criado?
O dia certo não me recordo, e tenho preguiça de ir ver mas foi entre o fim de Outubro e início de Novembro de 2008.

3. Sem ires ao painel, quantas visualizações tens, aproximadamente?
Não sei porque já o reiniciei duas vezes sem quere nestes 7 anos
4. Sem ires ao painel, quantos comentários tens, aproximadamente?
Acho que perto de 7000. As pessoas comentam pouco os meus desvairos porque eu escrevo para mim.

5. Quantas mensagens publicadas tens?
Não faço ideia lol muitas mesmo.

6. Quantos seguidores tens?308
7. Quem mais sabe da existência do teu blogue?
Os menos próximos.

8. Já alguma vez pediste conselhos a outro bloguer?
Pedi, dei... Muita coisa.

9. Lembras-te perfeitamente de todos os layouts que o teu blogue teve?
Teve apenas dois, não sou de mudar essas coisas.

10. Que opinião achas que as pessoas têm do teu blogue?
Quem o lê de uma ponta a outra diz que tenho uma queda para ser vingativa, sou uma mulher de paixões fortes, que tudo me acontece e que escrevo muito bem.

Não sou superior, supero-me.

quarta-feira, maio 20, 2015

E quando é que a coisa vai mal?

Quando vais ter com uma pessoa, a levar com sol agradável (e uma ventania do catano) e ela diz-te umas 10 vezes que eu não pareço nada bem, que , "sei lá" estou com má cara. Sou muito transparente, está visto.

Não sou superior, supero-me.

segunda-feira, maio 18, 2015

Não me venham com hipocrisias

O racismo existe sim senhora. E é só mais uma das calamidades sociais que o ser humano faz questão de exibir. Como eu adoro animais.

Não sou superior, supero-me.

sábado, maio 16, 2015

Como é possível voltar

Temos hábitos. Somos animais de hábitos e, assim sendo, é complicado alterar-se uma rotina, ou ausência da mesma, para outra realidade. De um Domingo para Segunda conheço quem já não durma bem ou aproveite o serão em condições, imaginem então como será um desempregado a voltar a ter rotinas e continuar a poder dormir, organizar pequenas coisas que eram as grandes do seu dia...
E ao contrário, estar-se pronto para trabalhar e , de repente, vermo-nos em casa, sem ter que sair, sem nos vestirmos ou nos arranjarmos e termos tempo de sobra para isso mas não a necessidade.


Não sou superior, supero-me.

sexta-feira, maio 15, 2015

Hoje foi poucochinho

Hoje cortei relações com uma pessoa com apenas falava por mail, blogue ou telefone (2 vezes)... Trocámos centenas de mails, divertidos, sérios, ou apenas de bom dia.
Há 2 dias precisei dessa pessoa e perguntei se estava ocupada, como sempre perguntei, estava mesmo a precisar dessa pessoa , que muito friamente, sempre me acalmou com essa frieza que lhe é característica no sentido positivo.
Hoje descambei, chamei-lhe poucochinho, disse-lhe até nunca, porque foi o que ele foi naquele maldito dia. E como eu não sou de ir a blogues de pessoas de quem não falo, resta-me pensar que todos irão continuar a pensar que ele é supra sumo da razão.
E o meu lado da história, está cá para provar que ele é só um gajo que falha à grande. 

Não sou superior, supero-me.

Repeat #4

Vou a caminhar e entre as pessoas, sinto o cheiro da rotina, das conversas que nada valem para mim. Sinto que este mundo é pobre, não de dinheiro mas sim de sentimentos. Existem pequenos paraísos aos quais chamamos de casa. E lar? Temos. Cheira-me a horários, a dinheiro, a futilidades. Qual será o cheiro de união, calma, respeito por nós?
Leva-se muito tempo a aprendermo-nos a respeitarmo-nos e nem temos noção das vezes que não nos respeitamos: a nossa essência, os nossos valores, o nosso corpo, a nossa cultura.

Não sou superior, supero-me.

B.B. K

 Descansa em paz.


Não sou superior, supero-me.

B. B. King - The Thrill Is Gone (Live at Montreux 1993)



Não sou superior, supero-me.

Esta nunca falha

Numa situação limite, aprende-se uma vida.

Não sou superior, supero-me.

quinta-feira, maio 14, 2015

E isto? Faz mal à saúde?

"Desabafa que eu leio".
A mim, nunca me partiu nenhum osso, por isso é que o único osso que parti até hoje foi o do dedo do meio num acidente de mota!

Não sou superior, supero-me.

Sim, eu!

Mas que porra esta!
Eu escrevo aqui para mim, para mim, percebem?
Se não tivesse seguidores continuaria a fazê-lo, não esperem é que me ponha a fazer montagens da ultima colecção de gorros da H&M e das alpercatas todas do mercado e afins, não tendo nada contra os blogues que o fazem, não o faço, nunca o farei, cada um escolhe o que quer e se me escolher ler, boa! 

Não sou superior, supero-me.

Só posso ser eu

Que só vejo tragédias à minha volta e que ontem precisei de desabafar com alguém, tentei com duas pessoas e não consegui. LINDO!

Não sou superior, supero-me.

terça-feira, maio 12, 2015

Para quem tem cães

Descobri agora um antiparasita , em forma de comprimido com sabor a carne, que dura 3 meses.  Custa €27 e pouco, a outra opção é o mesmo comprimido mensal, a €8 e pouco, contas feitas e o meu engoliu o de 3 meses logo no consultório.
O nome é Bravecto.

Não sou superior, supero-me.

segunda-feira, maio 11, 2015

Menos pá, menos

O dinheiro é um mau mestre e um bom servidor.
Menos Adidas no Colombo, menos marcas mais amor

Não sou superior, supero-me.

quinta-feira, maio 07, 2015

As pessoas andam de marcha atrás

 As pessoas andaram para trás no sentido humano. Manifestações? Está lá tudo batido! Movimentos anti ou pró? Venham eles.
Mas e a solidariedade? Antigamente haviam 10 pessoas à mesa e cabia outra família se fosse preciso, já ninguém sabe fazer surpresas, mimos, pequenas lembranças a quem precise. Ou mesmo a quem não precise, pura e simplesmente a magia foi-se. Os sentimentos apagaram-se, as vontades sumiram-se bem como o pensar nos outros.
Pensar nos outros é importante, não por nos ficar bem, não para podermos inchar o peito a dizer que fizémos isto ou aquilo mas porque somos gente, somos todos gente e precisamos todos uns dos outros para cá andar. Sem falar na velha premissa: "Hoje tu, amanhã eu".

Não sou superior, supero-me.

domingo, maio 03, 2015

A culpa, minha não é

Feriado: dor aguda na zona da cintura e lá fui eu às urgências. Deixei o meu homem em casa para ele descansar e armei-me em independente... burra.
Ao chegar , faço logo a cara de desenterrada porque, na verdade, era assim que me sentia, eram 15h, prestaram atenção? 15h!!!
Triagem, 2 ben-u-ron , 4 horas de espera, médica, análise de urina, injeção,  hora de jantar da médica, resultado das análises: uma hora e meia, médica:
20:50...
LIXADA DA VIDA, "agora vá para casa, coma um caldinho"...
Meia -noite, dores outra vez.

Não sou superior, supero-me.

sábado, maio 02, 2015