segunda-feira, abril 27, 2015

Repeat #3 Medo e Amor

 São as coisas da vida. começo com esta conclusão. Não tenho agora, terei mais tarde ou nunca terei. Se não tive, foi porque não fez falta. Ainda bem que descobri algumas músicas, algumas pessoas, casa. saber o que é um lar, isso não sei... Tudo bem habituei-me. A chorar sai-se de uma espécie de lar para outra espécie e passado um rasgo de vida, um traço de coração partido, uma poça de lágrimas, um monte obstáculos que se superam... O som, o som, preciso do som. Dá-me som, dá-me o que preciso e não o que quero.O amor é uma coisa tão poderosa como o medo. São, quanto a mim, as únicas sensações que nos fazem tomar atitudes drásticas. Medo e amor, não se medem, fazem-nos tremer, gritar, paralizar. E Juntos? O medo de perder o amor? Já o tive, faltava-me o ar quando imaginava, dizia não sobreviver a um amor que fiquei a lembrar mas aqui estou eu, e ele, tu que sabes que és tu, na minha vida. O maior amor que temos, será o poder de criar algo- Um silêncio, um valor, um castelo no ar habitado por duas almas que se unem num infinito de estrelas e se abraçam numa tempestade de areia quando a guerra rebenta. Ninguém vive na sombra de ninguém, a dignidade não pode ser roubada, deveria constar na Carta dos Direitos Humanos termos o direito de ter um grande amor, além do amor, supostamente, de quem nos cria. Digo eu e se eu digo, é porque o sinto... Senti.

Não sou superior, supero-me.

quinta-feira, abril 23, 2015

Recordar #2 Engolir a Lua

Quem irá pegar em ti quando te quiseres levantar da minha cabeceiraTerás as lágrimas a cegarem-te.Terás uma dor no peito, sim, mesmo ali no externo, daquelas que nos partem ao meio. Coração Partido.

Pena.
Desespero.
Melodia.
Brilho.Volta tudo ao mesmo, como se de um ciclo se tratasse.
Engoles a lua como se tratasse de um doce, trepas a sua luz... Esqueceste que a luz sou eu. Não estejas em cima dos teus joelhos, nada muda as circunstâncias, habituemo-nos a elas. Fica com a televisão ligada para fingir que não história para contar, que é mais um dia, que não existe uma brisa diferente, um calor que emana de dentro de ti e que chega a mim e, quem sabe, chega à lua.
Que ninguém te pegue! Levanta-te sozinho, sofre sozinho, mostra sozinho ao mundo que comportamento não gera comportamento para os que são puros, genuínos, amantes da vida, do sexo oposto, de tudo o que fazem.
Esmurra.
Canta.
Respira.
Dá algo do pouco que tens.
Dá-te como eu me dou. Não sejas o que eu sou, sê apenas o melhor de ti e nunca o pior de mim!


Não sou superior, supero-me.

quarta-feira, abril 22, 2015

Expliquem-me como se eu fosse "muita" burra

Comento alguns blogues, outros, apenas leio. Nos muitos comentários em que tropeço, vejo o url, endereço do blogue do comentador como uma espécie de assinatura, como quem diz desesperadamente o quê?
Segue-me?
Visita-me?
Excita-me as estatísticas? 

Não sou superior, supero-me.

terça-feira, abril 21, 2015

A um dedo de ti

Estou a um dedo de ti, paixão.
Nestes dias em que as dores aumentam e o relógio detesta a pilha , garanto-te que faço todos os esforços para chegar a ti.
A vida é curta mas dá-nos esse tempo. 

Não sou superior, supero-me.

domingo, abril 19, 2015

Substituir

Bora lá substituir a palavra "problema", por "desafio".
Tem que ser.

Não sou superior, supero-me.

sexta-feira, abril 17, 2015

Into My Arms



Não sou superior, supero-me.

Beyoncé, Ed Sheeran & Gary Clark Jr. Tribute Stevie Wonder



Não sou superior, supero-me.

Dos relógios e do meu de estimação e relógios de homem no pulso de uma mulher

Tal como os perfumes, as pessoas, nem todas, gostam de variar. Eu não. Uso o mesmo desde os 18 anos. Com os relógios passa-se o mesmo.O relógios que aqui vos mostro na cor camel, mas o meu é preto, é um Timberland que pertenceu à coleção
privada de uma pessoa muito especial para mim. Adoro relógios de homem no pulso de uma mulher e antes deste relógio, usava um anel relógio ( a conduzir dá um jeitaço). Portanto, gosto muito de novos caminhos e culturas mas sempre a ver as horas no meu Timberland.



Não sou superior, supero-me.

Porra!

Ser casal não é ser "tudo dos dois".?
Vou comprar uma máquina de etiquetar como Sheldon da "Teoria do Big Bang". ARRE!


Não sou superior, supero-me.

segunda-feira, abril 13, 2015

Baudelaire - sempre


Perfume Exótico

Quando eu a dormitar, num íntimo abandono, 
Respiro o doce olor do teu colo abrasante, 
Vejo desenrolar paisagem deslumbrante 
Na auréola de luz d'um triste sol de outono; 

Um éden terreal, uma indolente ilha 
Com plantas tropicais e frutos saborosos; 
Onde há homens gentis, fortes e vigorosos, 
E mulher's cujo olhar honesto maravilha. 

Conduz-me o teu perfume às paragens mais belas; 
Vejo um porto ideal cheio de caravelas 
Vindas de percorrer países estrangeiros; 

E o perfume subtil do verde tamarindo, 
Que circula no ar e que eu vou exaurindo, 
Vem juntar-se em minh'alma à voz dos marinheiros. 


Charles Baudelaire, in "As Flores do Mal"


Não sou superior, supero-me.

quinta-feira, abril 09, 2015

Aloe Blacc - I Need A Dollar (Official Video)



Não sou superior, supero-me.

Recordar #1 Ser a outra



Ser a outra, pode ser uma escolha. Pode implicar respeito pela vida do outro. Ser a outra nem sempre implica que o outro se separe, que a família não preste. Opta-se por uma vontade louca de estar com alguém, de cada momento ser vivido com dedicação no expoente máximo para depois criar asas e voltar para um círculo, onde existe a proibição de um telefonema, onde se faz o máximo por não se pensar nas pessoas que rodeiam o outro. Ser a outra, não implica a destruição de nada, implica a escolha de estar no segundo plano da vida quotidiana, em primeiro plano no desejo rápido e objecto de luxúria... Ser a outra, não é ser promíscua, não é ser uma vadia, não é faltar ao respeito... É uma escolha, uma escolha de viver um amor, assim, em episódios e não numa longa metragem. 
É só a minha opinião, inspirei-me numa frase de alguém que é a outra e não se conforma... Aí, não é uma escolha, é um caminho erradamente escolhido.
Não sou superior, supero-me.

quarta-feira, abril 08, 2015

Divórcio no Facebook


Demorou mas chegou o ponto de loucura geral.
Um juiz aceitou um pedido de divórcio feito na rede social...
Até onde isto chegará?

Não sou superior, supero-me.

sábado, abril 04, 2015

Cada vez mais nova

Sinto-me mais nova quando chego do Algarve: o meu pai, está cada vez mais "pai", a madrasta, não há abracinho mais genuíno como aquele e  tirei fotos mas toda a gente conhece as paisagens do Algarve e eu não mostro a minha família, fica uma do meu cão à partida para a aventura com o título: As 50 trombas de
Tweet"

Não sou superior, supero-me.

quinta-feira, abril 02, 2015

Do meu pai

Desde que o meu pai se meteu "naqueles esquemas de não pagar nada da Meo", instalou-se o caos! Eu, Vodafone, dou-lhe um toque. Ele liga.
Hoje escorregou-lhe o dedo e gastou-me saldo, como pode?
"ah, espera eu desligo"
"está bem, eu espero"

E CONTINUO À ESPERA .... 

Não sou superior, supero-me.

Hoje é dia

Um dia qualquer para muitos mas para mim é dia de voltar às origens, listinha com os checks todos e só não abalo sem o gajo porque o carro é o dele, dava mau aspecto. Curiosamente falta saber com o meu segundo mais que tudo como estamos de ... ... ... ... esfregonas e vassouras, senão ainda tenho que ir ao chinês comprar a milésima "só para mim" lá em baixo. Estou que nem posso. É o que vos digo! Alegre. Ponho fotos depois mas quem quiser pesquisar o "Mê monti"   http://pt.wikipedia.org/wiki/Alte

Não sou superior, supero-me.