sexta-feira, julho 24, 2015

eu calor e o suor e o cão e o raio que p..

Talvez eu ande a pensar demais, talvez ande a fazer de menos. Todos os dias me sinto doente dos olhos por ver aquilo que me rodeia. Parece-me que estou a escrever-te Fernando Pessoa,  mas sou apenas eu, a Pink. Uma coisa de cada vez, podemos começar com o calor desaparecer, ou acalmar porque os outros gostam de calor, será que sou a única mulher que transpira no local "entre mamas"? Só esse desconforto me faz chegar a casa e levar 30 minutos a despir-me , que farei com esta tendinite?
Bom fim de semana calor, cão, (só hoje foram €16 para ti)...


Não sou superior, supero-me.

1 comentário:

  1. Aqui, ontem, a efémera visita da chuva mitigou um pouco do pó dos raios de sol.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.