terça-feira, maio 27, 2014

São leves as quedas que se dá ao longo da vida, é pesada a nostalgia que nos invade que pesa, a tomada de decisões.
Os erros, esses que carregamos connosco e que insultam a nossa inteligência ... A nossa Alma podia ser tão mais leve mas depois era insustentável a sua leveza já dizia o autor.

Não sou superior, supero-me.

2 comentários:

  1. Como te superas?
    Olá,eu sou a Til,,,e tu?
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. a que nos superar...um beijo sussurrado

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.