segunda-feira, setembro 02, 2013

O Animal

O animal na verdade até é altivo e sereno. Diarreias físicas e mentais não lhe faltam. Filho de uma milf e de um corno manso, o animal, não projeta, não tem futuro nem passado e o presente, uma lástima.
O animal, de selvagem nada tem dado que ninguém lhe dá o selvagem que ele quer, é apenas um ser vivo, um bloco de gelo que, apesar do enorme buraco na camada de ozono, não derrete. O animal, permite que façam uma redoma à volta dele, para se proteger, sendo maior há mais de 10 aninhos (eu diria mesmo uns 13) e tem fantasias obscuras com quem lhe pôs um stop na vida só porque estudava de dia...
O animal na verdade não passa de uma besta, das castradas e mansas...

Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.