quinta-feira, abril 26, 2012

sugam-me

Numa escuridão amiga, surgem as perguntas. Como mudas? Como se corta um cabelo longo e suave bem curto? Como se consegue sentir alguma coisa se a vida é sentida a olhar o relógio'
Frases feitas com imagens, puxam por nós, naquele momento, naquele instante... Depois, bebe-se o que se pode, injecta-se a veia que resta, tomam-se cos comprimidos que chamam por nós, conduzimos o maisrápido que conseguimos.
A busca da adrenalina, a busca daquela música que nos puxa para outro planeta... Nós deixamo-nos puxar, porque sim. Porque fugimos do que não gostamos ou porque ficamos e é a adrenalina de dizer as caralhadas todas na cara de quem não as gosta de ouvir. Quero que se dane! Eu, Eu, e Eu... Sugam de mim o que podem e eu não tenho nada por dentro? Sim, por algum tempo mas a revolta contra o errado está aqui... Não tenho 3 vidas para serem faladas ou vividas, tenho a minha, falem, critiquem e vejam o meu dedo do meio!


Não sou superior, supero-me.

quarta-feira, abril 25, 2012

Para quê mesmo?

FALAR NO 25 DE ABRIL PARA? TIVÉMOS FMI EM 1981, ESTAMOS A VIVER NECESSITADOS DE UM SALAZAR QEU APAREÇA E PONHA O PASSOS COELHO DAQUI PARA FORA.
IDEIAIS DE LIBERDADE?
ONDE?

Não sou superior, supero-me.

terça-feira, abril 24, 2012

Para alguém te cortar, terá que te saber colar, pelo menos a mim. Não sou superior, supero-me.

Cheirinho a Rafeiro

O nosso querido RAFEIRO PERFUMADO , e sua extrema pontualidade vai dar-nos a conhecer mais uma hilariante obra.
"Agarrem-me ou dou cabo desses palhacitos!"

Lisboa - Feira do Livro (Stand da Bizâncio) - Parque Eduardo VII - 6 de Maio, entre as 16:32 e as 20:04

Não sou superior, supero-me.

sexta-feira, abril 20, 2012

A pedido de algumas famílias...

Anteontem um dos meus melhores amigos disse: "Tu és uma mulher hiper-mega poderosa!", Pronto, "obriguei-me" a acreditar...
Não sou superior, supero-me.

sábado, abril 14, 2012

Carne para canhão

É engraçado como achamos piada aos nossso sentimentos.
Que sejamos agradecidos por os termos Por vezes os sentimentos esgotam, queremos mais, ir sempre mais além... Será por isso que as pessoas se drogam? Bebem?
O que sei, está patente, ninguém se sente satisfeito e aprendem em situações muitas vezes situações limite. E é mesmo o ser humano aprende nos seus limites. No limite da nossa força, percebemos que, por amor, ou amor à vida, somos mais, somos melhores, somos invencíveis. Somos carne moída para canhão que ainda se ergue perante um Sol generoso e um sentimento que surge do nada , do tudo e de todas as frentes.
O ser humano, consegue mais, busca mais do que isso...
Eu busco.
Eu quero.
Eu aguento as consequências.


Eu amo.
Eu odeio
Sou generosa tanto como sou cruel.


Não sou superior, supero-me.

quinta-feira, abril 12, 2012

Ousar

"Ouse, ouse... ouse tudo!! Não tenha necessidade de nada! Não tente adequar sua vida a modelos, nem queira você mesmo ser um modelo para ninguém. Acredite: a vida lhe dará poucos presentes. Se você quer uma vida, aprenda ... a roubá-la! Ouse, ouse tudo! Seja na vida o que você é, aconteça o que acontecer. Não defenda nenhum princípio, mas algo de bem mais maravilhoso: algo que está em nós e que queima como o fogo da vida!!"

Lou Salomé


Não sou superior, supero-me.

terça-feira, abril 10, 2012

PAN DAN


PAN DAN
Esta era uma expressão totalmente desconhecida para mim até conhecer o meu homem. Ora bem, ontem, em viagem a passo de caracol, comecei a pensar como foi inventado: dois investigadores estavam a estudar o comportamento do PANDA, um deles, ao trepar uma árvore em plena selva tropical, cai e fica de 4 no chão à procura dos seus apontamentos... Um índio, nú, atrás dele, ataca e no momento em que o investigador começa a gritar para o colega, foi quando o índio baixou-se e pronto decidiu atacar a traseira do investigador. Vai que o investigador diz: "Olha, está aqui um PANDANNNNNNNN!". Esta tem os meus direitos de autor.

segunda-feira, abril 09, 2012

Realmente, o retorno existe

Sem entrar em grandes pormenores, posso dizer que a minha mãe, que sempre me fez a vida negra, está sem ninguém e que a única pessoa que a ajudou num momento quase de vida e morte fui eu e o meu homem que mal a conhecia.
Foi esquisito ajudar a minha mãe (e quem comentar faz favor não escrever a máxima "mãe é mãe", porque esta nunca foi mãe)...
Mais esquisito foi depois de uma noite em que ia acontecendo uma desgraça, ela antes de ir para casa, ou mesmo antes de nos dar, sei lá, um beijo que eu abraços não lhos dou, foi a um multibanco e deu-me dinheiro...
Talvez ninguém perceba se estou na dúvida entre ajudar a minha mãe ou não mas a verdade é que ajudar aquela pessoa não me deu o gozo e a satisfação que me dá quando ajudo outras pessoas.
Quando estava numa fonte a dar pão aos patos, nem ao Pinko disse isto, lembrei-me de duas pessoas da blogosfera para partilhar aquele momento tão infantil e divertido: a minha gaja e a pusinko... O pinko estava a filmar e foram estas duas alminhas que me vieram à cabeça...

Não sou superior, supero-me.

sábado, abril 07, 2012

Alto lá e aprender

Nunca uma semana de suposto descanso cá em baixo me ensinou tanto... A minha mãe está a sofrer na pele aquilo que ela já me fez e ontem, numa pastelaria, não conseguia conter o choro, o meu pai continua com a sua força e os seus 60 anos em grande, grande amigo, solidário e grande pessoa. O pinko, grande namorado, que não descansou nada numa semana em que eu não durmo e quero conversar com ele, o pinko ama-me e não me compreende mas aceita-me...
O monte cá de baixo, está cada vez mais giro... A inquilina do meu pai, passa de uma simples parede para exigir que o meu pai construa uma lareira na casa... Isso é que era bom...
Tive uma grande conversa com um muçulmano de religião e a frase que ele disse que mais me marcou foi: "Se eu tiver um cinto com uma bomba à cintura, posso ser católico, muçulmano, ateu, protestante...serei um monstro... "
Conto o resto quando voltar, com fotos...

Não sou superior, supero-me.

quarta-feira, abril 04, 2012

Cada um tem de mim... não diria melhor

Cada um tem de mim exatamente o que cativou, e cada um é responsável pelo que cativou, não suporto falsidade e mentira, a verdade pode machucar, mas é sempre mais digna. Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida e viver com intensidade. Perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem mais se atreve e a vida é muito para ser insignificante. Eu faço e abuso da felicidade e não desisto dos meus sonhos. O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos.Charles Chaplin

Não sou superior, supero-me.

segunda-feira, abril 02, 2012

Ainda as saudades do F.



Não sou superior, supero-me.

Saudades F.

Tenho saudades do meu antigo treinador de Krav Magá e da sua voz calma e segura.
Do amigo que treinava. Muitas mesmo.

Não sou superior, supero-me.

Andar

Ando cansada.
Sem fome.
Sem dormir.
A comida não passa, os olhos não fecham...
Vou ver a minha família.
Ver o meu pai vai pôr-me como nova...


Não sou superior, supero-me.