sexta-feira, junho 01, 2012

Noite fora

Conta-me onde vais por essa noite fora... A noiet é amiga, esconde as lágrimas, os sorrisos, os encontros furtivos... Esconde-nos os sonhos, aqueles onde vejo o meu palco, e tu assistes, tu sejas quem fores, sabes que o Monte Olimpo me espera... Porque mais belo não há do que quem criou a Filosofia. Pensar,falar, chorar, gritar e pular... um abraço. Que salva vidas. Que mata senão existir, um som que se entende, uma coisa só minha, só do Mundo, porque eu sou do Mundo, apesar de o odiar, sou do Mundo, tenho um castelo em cada nuvem e tudo o qu eobservo no meu cérebro. Como deixar a minha herança? Um dia, existirão pergamimhos, em relevo com o que hoje escrevo... Porque choras menina? Porque gritas em silêncio? Porque fazes peões' Porque a tua liberdade de gritar por ajuda te sufoca? dá-me um abraço no fim. Não sou superior, supero-me.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.