segunda-feira, maio 14, 2012

Passado um ano...

Já estou com a casa às costas outra vez!
Eu e o Pinko vamos para uma maior, melhor, com requintes (de malvadez nos custos), nenhum de nós dorme com a porcaria dos pormenores da casa, ou calor, ou caneco! Onde pôr isto ou aquilo, o que vai par ao Algarve e o que fica, o que se vende e o que se troca ou dá.
Pá, eu na altura lixada do mês, tenho que dormir...


Não sou superior, supero-me.

2 comentários:

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.