segunda-feira, abril 09, 2012

Realmente, o retorno existe

Sem entrar em grandes pormenores, posso dizer que a minha mãe, que sempre me fez a vida negra, está sem ninguém e que a única pessoa que a ajudou num momento quase de vida e morte fui eu e o meu homem que mal a conhecia.
Foi esquisito ajudar a minha mãe (e quem comentar faz favor não escrever a máxima "mãe é mãe", porque esta nunca foi mãe)...
Mais esquisito foi depois de uma noite em que ia acontecendo uma desgraça, ela antes de ir para casa, ou mesmo antes de nos dar, sei lá, um beijo que eu abraços não lhos dou, foi a um multibanco e deu-me dinheiro...
Talvez ninguém perceba se estou na dúvida entre ajudar a minha mãe ou não mas a verdade é que ajudar aquela pessoa não me deu o gozo e a satisfação que me dá quando ajudo outras pessoas.
Quando estava numa fonte a dar pão aos patos, nem ao Pinko disse isto, lembrei-me de duas pessoas da blogosfera para partilhar aquele momento tão infantil e divertido: a minha gaja e a pusinko... O pinko estava a filmar e foram estas duas alminhas que me vieram à cabeça...

Não sou superior, supero-me.

7 comentários:

  1. 1- Fizeste o que tinhas de fazer, e não tens que viver pela máxima mãe é mãe, porque nem sempre se sente assim. Tu não sentes e pronto. Tens os teus motivos e ela agora deve reflectir no facto de teres estado lá quando ela precisou.

    2- :D Dar pão aos patos. Adoro! Ainda havemos de fazer isso as 3, num lago qualquer, chafaris ou num poça depois da chuva. Beijo enorme xD

    Pukas

    ResponderEliminar
  2. Estou mesmo a ver, os patos e nós e o pinko a filmar...
    Sim fiz o que devia fazer mas o sentimento é estranho... :)

    ResponderEliminar
  3. Em relação ao conteúdo principal do post não vou tecer comentários, aliás, já tínhamos falado sobre isso...

    Dar de comer aos patos hein? :) Imaginei a cena e esbocei um sorriso... Fiquei intrigada porque raio foste pensar em mim e na Pusinko, mas depois pensei que as ligações virtuais que se criam são tão ou mais fortes que as outras e por algum motivo querias ter partilhado aquele momento connosco! É isso que importa. E é bonito, muito bonito :)

    Gosto disso :)

    ResponderEliminar
  4. Sim, minha gaja, não sei como é a vossa interacção mas acho que as três (mais pulga, mais gajo, mais pinko e qualquer extra da pukas)nos iríamos divertir muito...

    ResponderEliminar
  5. Quer dizer está ali um gajo a fazer um grande esforço a filmar e a tentar não ser atropelado pelo patos que estavam aparecer de todos os lados e depois têm de ler estas coisas :(

    Just kidding!!
    É bonito ver uma amizade destas por pessoas que ainda não se conhecem pessoalmente mas que têm laços muito fortes.
    Por isso deixo aqui um beijo as 3 lindas meninas, mas um bem grande e muito especial à minha linda Pink.

    ResponderEliminar
  6. Esforça-te que um dia filmas esta cena...
    Sem esforço nada se consegue na vida amor meu!

    ResponderEliminar
  7. Gosto de ver a Pink apaixonada :D

    E Pinko, pois é engraçado, mas verídico e temos uma relação pura entre as 3.

    Entretanto vou ver se arranjo um extra para juntar ao quadro dos patos e do pão... mas também posso ir sem extras e ter-vos a vocês. Sózinha nunca estarei.

    Beijo
    Pukas

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.