quinta-feira, março 31, 2011

FICA!



Fica aqui e inspira e expira como os bébes... Abre as minhas portas e ama-me... Com os meus defeitos e virtudes, com a caneta no bloco e com a transparência de ALMA que gostas em mim. Outras transparências vês e gostas e tornas-me a tua puta. Num chuveiro qualquer, com um aroma qualquer, podemos dar a volta ao mundo sem que a torneira se vá.
Um duche reconfortante, uma paz e calma que mais tarde se desenrolam numa escrita de suores e excitação, porque quem falar de amor, fala de tesão, aqui estamos nós, de malas feitas para o nosso mundo. Longe de prazeres queo dinheiro compra e rendidos ao prazer que não se compra.
Mas vende-se.
Sou a tua puta.
Desejas-me.
Queres-me.
Tenho o bloco de notas e não ponho um ponto final na frase.
Fumas o teu cigarro, eu abstenho-me... Dá-me um copo de vinho tinto.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

As melhoras

Para TI que estás doente, não me lixes, Sábado: cinema!





NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

quarta-feira, março 30, 2011

Pai

Que mora a 300km de mim.
Esteve comigo ontem... 15 minutos...
Merda de vida e depois ainda me chamam desocupada!
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Este blog não é escola

A PAULA, oferecu-me este selo que adorei e passo a "passar "a outros 10 blogs.



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

terça-feira, março 29, 2011

Estás lixado(a)

A geração dos meus pais não foi uma geração à rasca.

Foi uma geração com capacidade para se desenrascar.
Numa terriola do Minho as condições de vida não eram as melhores.
Mas o meu pai António não ficou de braços cruzados à espera do Estado ou de quem quer que fosse para se desenrascar.Veio para Lisboa, aos 14 anos, onde um seu irmão, um pouco mais velho, o Artur, já se encontrava.Mais tarde veio o Joaquim, o irmão mais novo.Apenas sabendo tratar da terra e do pastoreio, perdidos na grande e desconhecida Lisboa, lançaram-se à vida. Porque recusaram ser uma geração à rasca fizeram uma coisa muito simples. Foram trabalhar.
Não havia condições para fazerem o que sabiam e gostavam.Não ficaram à espera.Foram taberneiros. Foram carvoeiros. Fizeram milhares de bolas de carvão e serviram milhares de copos de vinho ao balcão.
Foram simples empregados de tasca.Mas pouparam. E quando surgiu a oportunidade estabeleceram-se como comerciantes no ramo. Cada um à sua maneira foram-se desenrascando.Porque sempre assumiram as suas vidas pelas suas próprias mãos.Porque sempre acreditaram neles próprios.E nós, eu e os meus primos, nunca passámos por necessidades básicas.Nós, eu e os meus primos, sempre tivémos a possibilidade de acesso ao ensino e à formação como ferramentas para o futuro.Uns aproveitaram melhor, outros nem tanto, mas todos tiveram as condições que necessitaram.E é este o exemplo de vida que, ainda hoje, com 60 anos, me norteia e me conduz.Salvaguardadas as diferenças dos tempos mantenho este espírito.Não preciso das ajudas do Estado.Porque o meu pai e tios também não precisaram e desenrascaram-se. Não preciso das ajudas da família que também têm as suas próprias vidas. Não preciso das ajudas dos vizinhos e amigos. Porque o meu pai e tios também não precisaram e desenrascaram-se. Preciso de mim. Só de mim. E, por isso, não sou, nunca fui, de qualquer geração à rasca. Porque me desenrasco Porque sempre me desenrasquei. O mal desta auto-intitulada geração à rasca é a incapacidade que revelam. Habituados, mal habituados, a terem tudo de mão beijada. Habituados, mal habituados, a não precisarem de lutar por nada porque tudo lhes foi sendo oferecido. Habituados, mal habituados, a pensarem que lhes bastaria um canudo de um qualquer curso dito superior para terem garantida a eterna e fácil prosperidade. Sentem-se desiludidos. E a culpa desta desilusão é dos "papás" que os convenceram que a vida é um mar de rosas.Mas não é.É altura de aprenderem a ser humildes.É altura de fazerem opções. Podem ser "encanudados" de qualquer curso mas não encontram emprego "digno". Podem ser "encanudados" de qualquer curso mas não conseguem ganhar o dinheiro que possa sustentar, de imediato, a vida que os acostumaram a pensar ser facilmente conseguida. Experimentem dar tempo ao tempo, e entretanto, deitem a mão a qualquer coisa.
Mexam-se.
Trabalhem.
Ganhem dinheiro.
Na loja do Shopping.
Porque não ? Aaaahhh porque é Doutor...Doutor em loja de Shopping não dá status social. Pois não.Mas dá algum dinheiro. E logo chegará o tempo em que irão encontrar o tal e ambicionado emprego "digno". O tal que dá status. O meu pai e tios fizeram bolas de carvão e venderam copos de vinho. Eu, que sou Informático, System Engineer, em alturas de aperto, vendi bolos, calças de ganga, trabalhei em cafés, etc.
E garanto-vos que sou hoje muito melhor e mais reconhecido socialmente do que se sempre tivesse tido a papinha toda feita. Geração à rasca ?


Vão trabalhar que isso passa.
(autor desconhecido)

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Being

Ser, estar , existir...
tudo isto nos dá direitos, previlégios, obrigações e responsabilidades. Como já referi aqui, eu não sou santa, mas gostto de me manter fiel aos valores que defendo por achar correctos. tento segui-los mas depois, em algumas ocasiões, não se consegue.
Lamento não ter dito a cadeira"Teorias Aplicadas à Filha da Putice" mas tenho uma outra : "Teoria de um prato que se servia frio", aplicado às Teorias anteriormente referidas.
tenho dito

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

segunda-feira, março 28, 2011

Sounds even better when...

Igual-Desigual

Eu desconfiava:
todas as histórias em quadrinho são iguais.
Todos os filmes norte-americanos são iguais.
Todos os filmes de todos os países são iguais.
Todos os best-sellers são iguais
Todos os campeonatos nacionais e internacionais de futebol são
iguais.
Todos os partidos políticos
são iguais.
Todas as mulheres que andam na moda
são iguais.
Todos os sonetos, gazéis, virelais, sextinas e rondós são iguais
e todos, todos
os poemas em verso livre são enfadonhamente iguais.
Todas as guerras do mundo são iguais.
Todas as fomes são iguais.
Todos os amores, iguais iguais iguais.
Iguais todos os rompimentos.
A morte é igualíssima.
Todas as criações da natureza são iguais.
Todas as acções, cruéis, piedosas ou indiferentes, são iguais.
Contudo, o homem não é igual a nenhum outro homem, bicho ou
coisa.
Ninguém é igual a ninguém.
Todo o ser humano é um estranho
ímpar.

Carlos Drummond de Andrade, in 'A Paixão Medida'

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

domingo, março 27, 2011

Nota breve

Quando se diz: "Olha, qualquer coisa, já sabes"...
Eu, não acredito.
mas quando sou eu a dizer, é porque sejam 9h da manhã, sejam 4h da madrugada, eu vou ajudar quem merece e precisa de mim. E claro, de boa vontade, pois de má vontade, nada faço. Há algum problema em tratar bem os outros?

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sábado, março 26, 2011

Selada

Desta menina querida, veio este selinho, acompanhado de 7 questões sobre mim ou factos e passar a algusn blogs:



7 coisas minhas:
  1. detesto que me toquem no umbigo
  2. Penteio-me ao ar livre para oxigenar o cabelo enquanto o carro aquece
  3. Doida por carros
  4. Uso o mesmo perfume desde os 18
  5. Ponho queijo em tudo o que como
  6. Tenho dois gatos: Zeca e Safira
  7. A minha sala cheira  frutos do bosque e o quarto a canela
E os premiados são:





NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sexta-feira, março 25, 2011

Super Mãe e pai a chorar

Eu sou uma dessas crianças.
Filha de alguém que me usou como joguete: "Não pagas, não a vês". Lembro-me de ver o meu pai a chorar por não poder estar comigo uma tarde. De ela inventar actividades extra curriculares para foder os fins de semana... No Natal, parecia que era puxada por um de um lado e por outro, no outro braço... A minha mãe sempre quis vingança daquele divórcio e usou-me, dava-me as melhores roupas, tudo... Esqueceu-se que eu queria o amor do meu pai, receber amor da minha madrasta e deitava no lixo tudo que ela me oferecia...
Uma querida não?
As mães assim, ganham, sabem o quê? Raiva, chapadas de luva branca e um desprezo que corta e queima...
Pois aos 18 pus tudo o qu etinha no carro e fui para terreno neutro: avós. Amor de avós, amor de api e madrasta e merda, deixei lá as Levi's brancas! "Podes entrar que a casa não te cai em cima", pois não, eu é que ainda me passava e jogava em cara toda a merda que me fez...
è minha mãe, pariu-me, amor: o meu pai, a minha madrasta... Às mães que fazem isso, digo apenas uma coisa: um filho a ver o pai a chorar, em especial se for uma menina a ver o pai a chorar por saudades, tem uma consequência que se chama desprezo...
Mais um episódio que mostra que eu resisti e amo o meu pai, a minha madrasta, nem tenho palavras é tão fofa, e faz o meu pai feliz...
Grande pai, grande merda de mãe.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

quinta-feira, março 24, 2011

Já não se fabricam (EDITADO)

Estas 4 máquinas já não se fabricam mas eu adoro-as... Adoro as "bombas"antigas...
VOLVO 480 TURBO, ESTE FOI O PRIMEIRO QUE CONDUZI COM CARTA, NO DIA DO EXAME, tenho um carinho especial por este modelo




LANCIA INTEGRALE



BMW SÉRIE 8




OPEL CALIBRA


segunda-feira, março 21, 2011

Sejam honestos!

Vou publicar os comentários...




Da Gaja; ARROJADA
O joão disse: HIPERBÒLICA
O joão(mais nada) disse:INTENSA, IMENSA, DOCE, SINCERA e FRONTAL.
A Fêzada, disse: SENSÍVEL
O hug disse: SIMPLES
A DI, disse: ARREBATADORA
Pusinko, disse: PODEROSA
RUI SOUSA disse:DEMOLIDORA
Paulinha: HOT
Brown Eyes: Tu. Dou muito valor a quem consegue ser ela própria.



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Tiro nos pardais

Pronto sou eu a unica que não diz "BEM VINDA PRIMAVERA", e daqui a nada desato aos tiros aos pardais... ou sei lá ao sol por estar tão quente...

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

domingo, março 20, 2011

Eu

  1. Não gosto deste calor
  2. Não posto quando os outros entendem que devo postar
  3. Chamo as coisas pelo nome
  4. Não quero saber se tenho seguidores ou não, ou que número
  5. Digo o que quero e tenho consciência das consequências
  6. Se quero mandar alguém à merda é logo, na hora
  7. Eu imponho força no que escrevo, pois sai-me da alma
  8. Não sou superior, supero-me
  9. Detesto gente chata e parva
  10. Eu faço o que quero e só me justifico ao meu pai quando assim o entendo.
  11. Não gostem de mim assim-assim, amem-me ou odeiem-me!
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Selada novamente Sou Perfeita, afinal... (I knew it)

Aqui da minha quase alma gémea, surge este selo com umas perguntas:


Qual o seu nome completo? XXXXXXX XXXXXX da XXXXXX
O que a motivou a começar um blog? Mostrar ao mundo o que sou e os talentos que tenho
O que não pode faltar na sua mala? Creme de mãos, agendas, lima, água, baton cieiro, lenços de papel com aroma de laranja, estojo com canetas e lápis, tampões, toalhitas limpeza íntima, trifene ou aspirina, pastilhas splash.
O que lhe dá forças para seguir em frente? Nada, surgem por surgir.
Conte-nos algo engraçado que já aconteceu consigo. Qualquer conversa telefónica com o meu pai

Ofereço a quem o quiser levar... (o selo e o questionário)


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Hoje sim...PAI

Ontem não falei no meu pai, toda a blogosdera o fazia: tenho apenas a dizer que o amo muito, que descobri que tem um tumor nos pulmões e que, se eu não vou para nova, ele também não. O meu pai é divertido, honesto, puro... E tem o casamento mais cool que conheço, quando uma caneta não escreve ele diz: "esta caneta não sabe nadar", quando eu lhe criei um mail ele disse, "mão quero aquela coisa do mail quente(hotmail)... Amo-o, simples.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sábado, março 19, 2011

Mais uma colaboração

Vou, em breve colaborar com o site http://ourspecialmood.blogspot.com/...


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Amanha

Amanha talvez fale do meu pai, hoje está a blogosfera toda a falar do pai.
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sexta-feira, março 18, 2011

Paizinho#9834694856481376

PINK: olá
PAI: Xiça, fazes tanto barulho! (ele estava num restaurante, o som do seu telemóvel é daqueles de que mais parvo não há e está no máximo)
PINK: blá, blá, Olha , amanhãe é o dia do Pai
PAI: ahnnn, mas o meu já morreu!
PINK: Mas o meu não, és tu, sabias?
PAI: Isso é lá contigo!
PINK: Quando vens cá?
PAI: olha, só sei quando estiver a caminho...

Ninguém merece...

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

quinta-feira, março 17, 2011

Sangue no nariz

Sim, assim que a infeccção nos pulmõe estar curada, quero dar tantos murros naquele plastron, levar nos cornos se for preciso para ter a defesa sempre armada... Purgar, suar, extarvazar, tenho saudades dos meus treinos e do meu treinador. Quero Krav Magá, quero dar uns murros e pontapés e purgar...
quero lições de moral, preciso delas.


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

terça-feira, março 15, 2011

Um dia

Um dia!
Mas foi à noite.
Arrastou-se pela manhã.
Afinal acabou ao fim da manha
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

domingo, março 13, 2011

Atrofio

Estás com uma overdose de regras sociais... Vem até mim... Esquece as regras e impôe à tua boca que ponha cá fora tudo o que é anti-social... Aqui, perto de mim, ninguém te critica. As pessoas certinhas são ridículas, tudo o que é bom demais, é desconcertante no sentido negativo da palavra. Impõe apenas aquilo que sentes e verás os resultados.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sábado, março 12, 2011

Os grandes


Os grandes são grandes em tudo. Têm um comportamento-padrão mas são admirados. Depois de mortos, claro está... Quando andava na Faculdade (SIM PRIVADA; E DEPOIS?), estávamos na aula a analisar um sociólogo francês, Alain Tourraine e eu fiquei admirada de estar a estudar alguém vivo... LOL Porque não?
Os grandes são excêntricos, têm um distúrbio psicológico qualquer, tomam uma droga qualquer ou escrevem frases que nos fazem todo o sentido...
Mas para eles, é banal, o talento não é um conceito concebido por eles, porque apenas criam... Criar, é bom, é mágico...
Ainda bem que existem para nos dizerem tudo vale a pena quando a alma não é pequena, porque temos em nós todos os sonhos do mundo porque nos dizem que uma montanha pintada 86 vezes por Cézanne vale a pena ver... Pode ser que um dia, alguém diga, "Eh pá, não seja superior, supera-te!", isto dizia a Pink Poison, uma doida qualquer, a quem uma tipa chama de puta e mentirosa e goza com o facto de o ex companheiro lhe bater... hum... mas depois acho que a outra se tramou de vez, tás a ver? A mulher não era só cona, tinha um cérebro e ainda treinava Krav Magá..."
Assustem-se, isto pode ser uma conversa entre os vossos bisnetos!

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Doce Meu

A minha cidade ,onde vivi até aos 29 anos, vai ter um doce típico...
Tão nice!


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

MEC

"Só se é realmente leal quando se está sujeito a alguém ou a algo. Aí, onde mesmo um sonho pode ser senhor. Na sujeição de quem serve uma causa, na sujeição de quem se submete a um chefe, na sujeição à pessoa amada, na sujeição do sentimento e na sujeição do dever, no sacrifício da liberdade, da razão e do interesse. No desperdício e no desprezo do que está à vista e do que está à mão, é nesta desagradável situação que se acha ou não acha a lealdade. É por ser selvagem e servil, mas só a um senhor, que a lealdade tem valor. É muito difícil ser-se leal, mas só porque é muito difícil seguirmos o coração. A lealdade é um amor que esquece o mundo.

Ao escolher um amigo, e ao ser-se amigo dele, rejeitam-se as outras pessoas. Quando estamos apaixonados, é através dessa pessoa que amamos a humanidade. O amor ocupa-nos muito. E para os outros, não fica quase nada...
Miguel Esteves Cardoso, in 'As Minhas Aventuras na República Portuguesa'

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Um minuto de silêncio

Pelas vítimas da catástrofe natural no Japão...
Sendo o Japão tão desenvolvido, acredito que vão recuperar com tempo e calma.
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sexta-feira, março 11, 2011

If I Go Crazy



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Vícios

Eu acredito que um vício, só por si, não pode ser saudável... Um vício indica, quanto a mim, algo que é demais, que cria dependência, portanto não é um hábito, um hábito é algo que muda e ao qual o nosso corpo reage de uma forma menos violenta...
  1. "Preciso de um café para acordar"
  2. "Voi ali repôr os níveis de nicotina"
  3. "Preciso de uma dose"
  4. "Há 3 minutos que não vou á www!"
  5. Como barras de chocolate em X minutos conforme a marca
Os vícios surgem para preencher vazios, logo nenhum, é saudável. Se fosse, não era um vício, há quem não passe um dia sem fazer umas horas de desporto, depois, o corpo começa a pedir... Tudo o que é viciante, não pode ser saudável. ADVICE: tenham cuidado quando dizem: "sou viciada/o em..."

Eugène Delacroix, in 'Diário'

Se descobrires em ti um ponto fraco, em vez de o dissimulares reduz-te às tuas próprias dimensões e corrige-te. Ah!, se a alma tivesse de combater só o corpo ?! Porque ela também tem as suas inclinações viciosas e é necessário que uma das suas partes - a mais pequena, mas ao mesmo tempo a mais divina - combata a outra, sem cessar. Todas as paixões do corpo são vis. As da alma, que são vis, tornam-se verdadeiros cancros: a inveja, etc. A cobardia é tão vil que deve ser comum a ambos.


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

quinta-feira, março 10, 2011

112 - o país que temos...

Ligar para um número do qual não temos resposta é natural acontecer. ligar outra vez e mais outra também... Claro, digam em coro, SIM!
Então e quando esse número é o 112? 

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Fofucho

O anónimo que me liga ou  a filha da puta que liga, anonimamente todos os dias, 3 vezes no mínimo, é tão previsivel...
Sexta: as chamadas acabaram...
Como é que eu adivinhava que ontem as chamadas voltavam?
Eu já nem falo, apenas atendo pois quando se exigir a listagem das chamadas, está cá tudo!!!

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

quarta-feira, março 09, 2011

Aos senhores da peugeot

O senhor desta publicidade vai ser pedido em casamento por mim e vai aceitar...



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Pele

Se um precisares de pele, leva um pouco da minha. Pois a minha é tua. Na minha pele, estão bocadinhos de ti, do que és, do que foste e do que vais ser ainda. Para mim, já és tudo mas sem um dia quiseres também saliva, bebe da minha, pois na minha está também a tua. Lembra-te que no nosso Monte Olimpo, damo-nos um ao outro e se um dia quiseres amor, leva o meu coração, pois o amor que te tenho está em todo o meu corpoe não apenas no coração...
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

terça-feira, março 08, 2011

Nem 8 nem 80


No relatório de 2010 sobre difusão e proliferação na rede de conteúdos apologistas da anorexia e da bulimia, distúrbios alimentares, a Agência da Qualidade da Internet e a Associação Contra a Bulimia e a Anorexia adiantam que a esmagadora maioria das pessoas que consulta estes conteúdos são menores.
Segundo o documento, cujas conclusões são enunciadas no portal da Agência da Qualidade da Internet, a defesa da anorexia e da bulimia está a aumentar consideravelmente nas redes sociais (Facebook, Twitter, Hi5, Tuenti). A maioria dos utilizadores dos conteúdos (95%) são raparigas que querem emagrecer a todo o custo. No ano passado, a Agência da Qualidade da Internet conseguiu encerrar quase 50% das páginas pró-anorexia e bulimia.

Ironicamente falando:
O que se segue, tudo a favor da obesidade?
Ei bora lá, tudo a favor de overdoses?
bem, eu já li um anúnco num site que dizia: "procuro gente para suicídio em grupo."
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Celebrar as mulheres

Mas só aqueles que conduzem toda uma noite para alcançarem um objectivo! As Mulheres...



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

segunda-feira, março 07, 2011

Eu&tu

"O mundo nunca seria imperfeito sem as nossas imperfeições e jamais havia sido criado se não fosse para nós mostramos um ao outro o quanto é bom ser imperfeito", (e eu sou tão convencida...)

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

domingo, março 06, 2011

iihih

Ora vejam lá no que a liberdade de expressão dá
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Histórias sem fim



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Come and Get it

Deste blog das minis e tremoços e outras tantas coisas que a gaja escreve, veio este selinho com um questionário:

1 - A Imortalidade, de Kundera
2 - Kama Sutra
3 - O Perfume
4 . Paulinha, Miguel, Brown eyes, Serra da Leba, Rui Fartura, Diabodentrodemim,Coelho Doido, Fêzada, Inês e finalmente So1mullher
5 - Já o fiz mas cá vai: http://ministremocosesaltosaltos.blogspot.com/



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sábado, março 05, 2011

Para Pensar

Conheceis as seis virtudes e os seis defeitos nos quais pode cair aquele que quer praticar as seis virtudes sem conhecê-las bem? O defeito daquele que quer ser benfeitor e não quis aprender a sê-lo, é a falta de discernimento; o defeito daquele que ama a ciência e não ama o estudo, é o de cair em erro; o defeito daquele que gosta de cumprir promessas e não aprendeu a fazê-las, é prejudicar os outros, prometendo-lhes e dando-lhes coisas nocivas; o defeito daquele que ama a franqueza e não aprendeu a praticá-la é o de aconselhar a repreender muito livremente sem nenhuma consideração para com as pessoas; o defeito daquele que gosta de mostrar coragem e não aprendeu a saber doseá-la é perturbar a ordem; o defeito daquele que ama a firmeza de alma e não aprendeu a limitá-la é a temeridade.



Confúcio, in 'Os Anacletos
'NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

sexta-feira, março 04, 2011

Sono

Então é no Carnaval que vão ser o que realmente querem ou a fantuchada vai continuar?
Eu hoje sinto-me orgulhosa, arrogante mesmo, mazinha e, de consciência tranquila... Conhecem o método: "contra-atacar sem o outro atacar antes"´? É o meu, ou seja quando tentam pegar em mim, quem é filho da puta, ordinário, mesquinho e pobrezinho de sexo e umas boas fodas de espírito, morde iscos... Ando mesmo boa nisto, é como eu digo: eu supero-me...
Agora vou passar a tarde a pensar na pessoa com quem almocei que me saiu um belo borracho, uma boa companhia...
Ah, depois também vos conto aquela típica de um anónimo que me liga sempre que põe os ossos no carro, várias vezes ao dia só para ouvir a minha voz... Ai que assim, é um corre corre... ó anónimozinho querido, arranja uma vida que a minha é um pouco mais do que estar agarrada ao 91.


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

quinta-feira, março 03, 2011

Eu me confesso

Confesso, estou com o coração na boca. Parece que tenho uma veia de detective e que me dá a sabedoria para descobrir o que uqero e o que não quero. Descobri agora, a TUA, sim tu, a tua ponta solta. Estou pasmada...
Não sou um anjo, não sou um exemplo...
Se te queres esconder, para quê as pontas soltas?
Se te julgas tão nobre e tão pobrezinho e coitadinho, mostra a tua verdadeira face e não a falsa que usas todos os dias, ou usavas até há 2 meses...
Namasté!
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Haja gaja

Finalmente, uma mulher a comentar várias fotos aqui da menina no http://pinkemimagens.blogspot.com/, a Inês já lá esteve e deu-me os parabéns e a agora a Paula, que adora fotografia deu uns belos bitaites...
Obrigada Paulinha

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

quarta-feira, março 02, 2011

Ainda o Galliano

Ainda sobre ESTE POST.
Não é por termos dinheiro, nome na praça e boas criações (eu diria excelentes, adorava as criações dele, e adoro) que temos civismo, postura e não me venham com a desculpa do alcool, ele disse o que nunca teve coragem para dizer enquanto sóbrio, por isso eu acho que não adianta ser DIOR, CHANNEL (olha, por acaso tenho umas meias de ligas da Dior, sou finória e não sabia), ser o que for, o que está dentro de nós é que conta.
Perder um emprego como empregada de limpezas, como professor, como gestor, por causa de racismo, descriminação? Se uns são ricos, outros não o são paciência, uns andam de Ford, Fiat, Opel e outro de Ferrari, GM's, etc... Quem está ao volante, pelo que tem, é gente?
Somos aquilo que queremos, e se não queremos respeitar os outros nas suas virtudes e defeitos, então, os que não o fazem, vão para a selva viver... ou grunhir... NOJO DESTA GENTE QUE AINDA POR CIMA O DEFENDE

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)
NOTA: mudei, e mudo sempre que me apetecer, o fuso horário, ninguém tem que saber a que horas posto ou deixo de postar rsrsrsrsrsrsrs, e ainda os posso programar, coisa que muita gente ainda não percebeu que se pode fazer num blog.(quetefodas)

terça-feira, março 01, 2011

Porque tu me tocas

Porque tu me tocas, sensação de leveza.
Porque tu me tocas na ponta dos dedos frios e eu deixo-me estar.
Como se não desse importância.
Porque me tocas?
Gostas? Perdes-te? ou saboreias?
Queres-me numa palavra, Incondicionalidades
Porque tu, sim, tu, me tocas com os olhos, com um tom de voz, com uma mensagem e a incondicionalidade está lá.
Não sejas meu pai, protector, sê meu amante, sê amor, sê vida e olhares.
Sê momentos difíceis e alegres.
No fim, um abraço.

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Selada pela Paula

Mais um selinho que a PAULA me ofereceu, tenho que:
  1. Publicar
  2. Dizer qual o meu melhor esboço ESTE
  3. Oferecer a quem quiser : ofereço a quem se acha merecedor de uma pessoa querida, feliz e completa como ela.
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Desafio musical

Dela,  mais um desafio... Descrevermo-nos com música

Escolha o seu Artista: TIESTO

Você é homem ou mulher? SHE
Descreva-se: Firestarter
Como você se sente? Quero colo
Descreva o local onde você vive atualmente: Sei lá
Se você pudesse ir a qualquer lugar, onde você iria? Paraíso
Sua forma de transporte preferida? ISTO
Seu melhor amigo(a): FAZES

O meu lema

NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)

Galliano OUT por Racismo

Este homem cujas criações adoro, passou a noite a ofender todo o tipo de etnias com frases macabras, contra judeus... Ama Hitler... Um desperdício de talento...
 A Dior, grande marca de alta costura, foi digna, honrada e despediu-o...



NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!(e não comprem guerras comigo)