quarta-feira, setembro 07, 2011

E podia ser certo

Podia ser certo se a resistência não criasse uma capa que nos protege de viver. Sim, de cair, de nos levantarmos. De amar sem restrições, a resistência está lá. amar no sentido carnal. Por isso, tantas mulheres perdem os maridos ou são constantemente traídas.
A resistência, elas chamam de amor, dor de cabeça, rotina, cansaço... Eu chamo-lhes "enconadinhas"



Não sou superior, supero-me.

7 comentários:

  1. Ahahahah! Enconadinhas é bem! ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu sou resistente....hehehehe..mesmo cansadinha, cheia de óó, com dores nas pernocas, resisto!!

    Ps:podes roubar a foto do facebook à vontade tirei-a da Internet.

    ResponderEliminar
  3. Adooooorei a música chill out erótico.Brutal!Vou roubar...

    ResponderEliminar
  4. Adorei, enconadinhas =)

    Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Anónimo8/9/11 00:51

    Há muitos anos atrás conheci uma pessoa, agora vejo que afinal ela era outra...sinceramente, hoje vejo que nunca poderiamos dar certo, pois nada temos em comum, nem ideias, nem princípios, nem valores, nem sonhos, nem músicas, nada...ela vive da carne para a carne...fala tanto sobre o assunto que enjoa e cai no vulgar, no ordinário. Banaliza-se a ela própria e perde magia, luz...não gosto dela e tenho a certeza que nunca poderia dar certo, ela pensa como um homem...e isso não é atraente para um homem...homem quer inocência e mto sexo. Um paradoxo? Possível.

    Temos de investir onde achamos que vai dar certo. Não perder tempo com incompatibilidades.
    Há caminhos que chegam efectivamente ao fim e mais cedo ou mais tarde outros se abrem à nossa frente.

    Beijos e abraços, tudo de bom para a sua vida e seu blogue...mta saúde e alegrias.

    Existe alguém para você, algures no planeta.

    Tudo de bom para você, esse blogue é engraçado.

    ResponderEliminar
  6. E tu?resistes muito???loooool

    beijos meus ;o)

    ResponderEliminar
  7. Tu és uma Mulher de Armas!!!
    Tb gostei do "enconadinhas"! hihihihi

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.