quarta-feira, 10 de agosto de 2011

masquediabo

ONDE ANDAS PÁ?


EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

2 comentários:

  1. Nem eu sei por onde ando.
    Acho que por ruas escuras.
    Que se enfiam no negro.
    Uma espécie de ciclo, que se renova de tempos a tempos.
    Perco-me por aí... pelo passado, pelas abstractas memorias.
    Cheiros, sons, sensações...

    ResponderEliminar

Enriquece a minha pessoa com o teu comentário. Se vens criticar: não mudas em nada a minha postura... bem talvez me ria um pouco. Quem vem por bem, que escreva e se sinta em casa... Pink