sexta-feira, agosto 12, 2011

Do ontem

Chegar a casa. Morta, cansada, de rastos.
Ter um bom amigo à espera, conversa puxa conversa, telepizza ao domicílio, sangria (a de limão com gás), e no final uma boa queca!!! Este meu amigo, ainda levou o lixo...
Estou leve...


EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

4 comentários:

  1. grande amigo....e grande amiga do amigo!!!


    já não se fazem amizades assim hahahahahah


    beijo

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho um amigo igualzinho, mas vive comigo. hehehe... estou mais leve q tu :P

    ResponderEliminar
  3. O levou o lixo é que me mata...:)

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.