sábado, agosto 13, 2011

Aprende-se

Sábado de manhã a ver desenhos animados com o filho da filha da minha madrasta e ouço isto:

"Nunca percas uma manhã, senão tens logo o amanhã a bater-te à porta"

Lamento mas hoje foi um dia pior do que os úteis, por ter feito uns 200 km's ou mais, por andar sozinha porque o meu pai não estava em condições, fui 3 vezes à mesma cidade devido a ele... Enfim... Só o carro, o novo que ele me pôs na mão, foi o meu companheiro, é o carro que paga, acelerei, fiz curvas em Portimão a uma velocidade acima da média e pronto, descarreguei a raiva de ter o meu pai assim.

EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

3 comentários:

  1. O comentário do pequenito tão giro, grande verdade...se não vives.... logo é amanhã também!!!
    As coisas que nos ensinam...:)

    ResponderEliminar
  2. Então amanhã, que se dane, pois espero dormir pelo menos até às 11h...

    ResponderEliminar
  3. que se resolva pelo melhor a tua vida


    beijo

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.