sábado, julho 30, 2011

Com qualidade, marcha tudo





EU, NÃO PAREÇO, EU SOU.

1 comentário:

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.