domingo, janeiro 09, 2011

Afinal tem 7 vidas

O meu Nokia X3 na passada Quinta, esteve uma hora e meia, num apoça de lama, à chuva... Tirei-o de lá, ligado, entrei no carro, o ar quente no maximo e fez 3 chamadas... Cheguei a casa, secador em tudo, fez uma chamada e morreu... Nessa noite, e para me esquecer da burrice que foi tê-lo deixado no colo quando recebia uma chamada anónima no meu 96, clube viva, pontos e vinha outro na Quarta feira... Hoje peguei nele, está como novo, está aqui ao meu lado a carregar via usb... Vá Inês, qual é o que sofre mais e sobrevive? Este telefone esteve nas trincheiras!!!


NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

10 comentários:

  1. Os Nokias são telemóveis de guerra!!!!

    ResponderEliminar
  2. Há gatos que não resistem a tanto! :p

    ResponderEliminar
  3. Inês, temos sorte, só não gosto da cor do teu, nunca tive um telefone branco... Ms tive um cor-de-rosa, ok, sou tão freak como tu ou pior! :P

    ResponderEliminar
  4. Bloguótico: nenhum gato aguentava uma hoar e meia dentro de uma poça de lama e à chuva...
    X3 1- gato 0
    JUFAS!

    ResponderEliminar
  5. Não é feio de todo,e foi a escolha do meu pai,que me dizia ao telefone que era um telefone de senhora.Ele tem o preto e de facto prefiro o branco.Mas já tive um cor-de-rosa!!

    ResponderEliminar
  6. Também tenho nokia e não quero outra coisa!!!
    Até porque para o software de voz que uso no tlm, só poderei usar nokia mesmo!
    mas sim são muito acessíveis e duram que se farta! beijinhos pink.
    p.s posso te enviar mail? bjx.

    ResponderEliminar
  7. Petra, claro que podes... estou a aguardar... beijo

    ResponderEliminar
  8. Pink desculpa a minha tontice, mas para onde posso escrever? não encontrei aqui no teu cantinho... bjo-

    ResponderEliminar
  9. Petra, está no perfil mas aqui vai: aguapera@gmail.com
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Tiveste mais sorte que eu que afoguei o meu a fazer BTT à chuva e o pobrezito teve uma morte lenta mas nunca mais ressuscitou. Lá vou ter que comprar outro.

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.