quinta-feira, setembro 23, 2010

Fearless

Eu queria pilotar um jacto.
Estar num combate.
Estar entre a vida e a morte por vontade própria.
Não sei como, o medo em mim, desapareceu.
(Deve ser da chuva...)
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

4 comentários:

  1. será que é mais fácil perder o medo quando nos arriscamos por vontade própria? É difícil quando nos encontramos impotentes perante algo que nos assusta e que nos procura sem que façamos por isso. Estranha mania de querermos controlar tudo, mesmo o medo.

    ResponderEliminar
  2. Aprendi a ouvir o meu treinador. Fica a visão túnel. Um beijo

    ResponderEliminar
  3. ººº
    Tb queria muita coisa.

    Quanto a medos, quem tem cú tem medo... plos vistos não é o teu caso ;

    Vá, bom f-d-s!

    ResponderEliminar
  4. È impressão minha ou o jota acabou de dizer que eu não tenho cú?

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.