sábado, maio 29, 2010

Urgente

É urgente o amor.

É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e alguns lamentos,
muitas espadas.
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.
Eugénio de Andrade
NÃO SOU SUPERIOR, SUPERO-ME!

2 comentários:

  1. Isso é fácil... é só "abrires" essa oportunidade aos outros para te fazerem feliz ;)

    ResponderEliminar
  2. Sim, se valerem o esforço :)

    ResponderEliminar

Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade. Nietzsche
Debita aqui algum bálsamo.